quarta-feira, 20 de setembro de 2017

O dia da 1ªaparição tudo dava errado para a família de Santa Bernadette

Francisco Soubirous e seus dois filhos, Lourdes
Francisco Soubirous e seus dois filhos
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






Quantas e quantas vezes nós achamos que o dia que estamos vivendo é difícil! E muitas vezes é difícil mesmo! Tudo sai errado, nada dá certo.

Não há nada esperançoso no horizonte e o bem que aguardávamos não sai.

Esses são os dias, as horas, os minutos e até os segundos em que de modo especial temos que nos voltar para Nossa Senhora, com um pensamento, uma jaculatória, uma Ave Maria, um olhar, um nada!, dizendo do fundo da preocupação e da angústia: "Minha Mãe, em Vós confio! Aceitai esta minha dor como um oferecimento por alguma alma mais necessitada que Vós bem conheceis!"

Até os grandes santos passaram por esses dramas da vida quotidiana. Todos passam. A diferença está no modo de vê-los e agir.

Toda a família de Santa Bernadette passou um dia assim o dia da primeira aparição.

O 11 de fevereiro de 1858 foi uma jornada de problemas dolorosos para a família da Santa. Aliás, não se diferenciou muito dos outros de sua sofrida vida quotidiana.

Eles cairam na miséria. Tinham que viver no "cachot", a antiga cela da delegacia que tinha sido desafetada.

Francisco Soubirous saíra cedo à procura de um ‘bico’. Na casa não havia o que comer.

Louise Soubirous, mãe de Santa Bernadette, Lourdes
Louise Soubirous, mãe de Santa Bernadete
Após muito tentar, achou um que arrepiou sua honra de dono de engenho: carregar o lixo hospitalar do posto de saúde de Lourdes e queimá-lo fora da cidade, numa gruta onde, por vezes, se guardavam porcos.

O nome da gruta era Massabielle.

Francisco ganhou vinte “sous” (= tostões). Com eles, a engenhosa Louise preparou uma sopa para o almoço da família.

Enquanto Francisco estava fora, Louise que ficara na casa, ouviu os gritos lancinantes da vizinha Croisine Bouhort.

Ela a chamava desesperadamente. Seu filinho Justin que nascera raquítico, agonizava mais uma vez.

A família, aliás, já costurava as roupas com que na região são enterradas as crianças.

Mas a paciência e o tato materno de Louise, em mais de uma oportunidade impedira o desenlace fatal do bebê. E naquele dia de privações, Louise fez ainda o prodígio de manter em vida a criancinha doente.

Não muitos dias depois, Croisine Bouhort num outro momento de desespero, tocada pela graça, fugiu correndo com a criança que morria e a imergiu na fria fonte da gruta de Lourdes, enquanto todos tentavam dissuadi-la.

A intuição sobrenatural materna estava certa, e Justin foi um dos primeiros miraculados de Lourdes.

75 anos depois, em 8 de dezembro de 1933, Justin Bouhort, vigoroso horticultor de Pau com 77 anos de idade assistiu, na Praça de São Pedro em Roma, à canonização de Santa Bernadette pelo Santo Padre o Papa Pio XI.

Nos momentos difíceis em que tudo dá errado lembremos desta situação, rezemos ainda que mentalmente "Nossa Senhora de Lourdes, rogai por mim" e/ou "Santa Bernadette, rogai por mim".

Nessa noite, ao deitarmos, fecharemos os olhos em paz. Um dia veremos o resultado dessa oração e desse oferecimento.

Veja mais sobre o milagre de Justin Bouhort: O drama da família de Santa Bernadette e o íncrível milagre de Justin Bouhort


VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Imagem de Nossa Senhora de Lourdes jogada no rio pelos comunistas e recuperada no Camboja

Nossa Senhora do Mekong: imagem de Nossa Senhora de Lourdes recuperada milagrosamente do rio Mekong no Camboja.
Nossa Senhora do Mekong: imagem de Nossa Senhora de Lourdes
recuperada milagrosamente do rio Mekong no Camboja.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs







Há dez anos, oito pescadores cambojanos encontraram uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes que tinha sido jogada no rio Mekong havia 33 anos.

A imagem mede 1,50 metros e pesa 160 quilos, informou o diário vaticano L'Osservatore Romano com data de 27 de maio de 2008, segundo foi noticiado na época.

O achado teria acontecido no dia 16 de abril desse ano segundo o blog vietnamita Asean Traveller.

A profanação ocorreu durante o genocídio perpetrado pela ditadura socialista de obediência chinesa.

Segundo o L’Osservatore Romano, os pescadores não souberam avaliar a importância religiosa da descoberta e venderam a imagem.

Mas os católicos que sobreviveram ao extermínio comunista logo intuíram o valor do providencial achado e ficaram com ela a troca de sete sacas de arroz.

Eles doaram a estátua à paróquia de Areaksat, conhecida como Nossa Senhora da Paz.

Todo ano acontece uma procissão. Foto de 18 de abril de 2015.
Todo ano acontece uma procissão. Foto de 18 de abril de 2015.
Os paroquianos organizaram uma procissão solene para entronizar a imagem da Virgem de Lourdes.

A população renomeou-a Nossa Senhora do Mekong.

Desde então, todo dia no mês de Maio, grande número de pessoas vai até ela e deposita flores a seus pés.

As informações foram distribuídas pela agência Catholic News.

A maravilhosa recuperação aconteceu no 150º aniversário das aparições de Nossa Senhora.

Até no longínquo e tão sofrido Camboja, Nossa Senhora de Lourdes faz milagres....

Mais um achado miraculoso

Imagem de Nossa Senhora Mãe de Deus recuperada miraculosamente no rio Mekong, Camboja.
Imagem de Nossa Senhora Mãe de Deus
recuperada miraculosamente no rio Mekong, Camboja.
Em 19 novembro de 2012, um pescador budista sonhou que alguém o estava chamando das profundezas de um local do grande rio Mekong.

Quando ele acordou, decidiu ir ao local do sonho.

E eis que achou uma grande imagem da Mãe Santíssima de Deus segurando em seu colo o Menino Jesus.

A imagem estava íntegra e ele decidiu leva-la à mesma paróquia de Areaksat.

Essa já era muito conhecida na região pela imagem de Nossa Senhora de Lourdes acima mencionada e é destino de constantes romarias. Mais dados no blog vietnamita Loveswork's Blog.

A estátua da Mãe de Deus é ainda maior que a de Lourdes.

Seu feitio faz supor que foi trazida por missionários da França antes do país cair no comunismo radical.

O furor comunista, especialmente voltado contra Nossa Senhora, a jogou no rio pensando que ali desapareceria.

Porém, Nossa Senhora tem seus planos de misericórdia e de poder régio que supera todas as misérias humanas, inclusive a mais infestadas de demônios, de espírito socialista ou comunista.

Veja mais: Imagens milagrosamente intactas nas catástrofes. CLIQUE AQUI




Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário. 


quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Breve resumo da vida de Santa Bernadette

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





Bernadette Soubirous nasceu em 7 de janeiro de 1844, na pequena cidade de Lourdes, ao pé dos Pirineus, no sul da França.

No tempo das aparições seu pai, que era dono de um moinho, estava arruinado.

A família morava de graça numa cela abandonada da cadeia da cidade.

"Cachot": ex-cela de prisão onde morava a família
Nossa Senhora lhe apareceu pela primeira vez em 11 de fevereiro de 1858.

Nesse momento Bernadette colhia gravetos para esquentar a mísera cela e a mãe cozinhar uma pobre sopa.

Nossa Senhora escolheu-a porque, segundo ela dizia, era a mais ignorante de Lourdes.

Ela era uma boa menina, mas não era santa antes das aparições.

Porém, quando começava a visão, ela se transfigurava.

Corpo incorrupto de Santa Bernadette
E ela, simples camponesa, adquiria uma majestade que impressionava todo mundo.

Após as aparições, Santa Bernadette fez-se freira no convento de Saint-Gildard, na cidade de Nevers, onde faleceu em 16 de abril de 1879.

Seu corpo está milagrosamente incorrupto com as articulações flexíveis e pode ser venerado numa bela urna de cristal na capela do convento.

Santa Bernadette, rogai por nós!






Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário. 




quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Lourdes: nem todos veem mas todos sentem.
O que é?

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





Em Lourdes há coisas que os romeiros parecem não notar.

Tal vez seja, e nisso concordo, que o ambiente imponderável que a gente sente se aproximando da Gruta – e já de longe! – é tão suave, acolhedor, aconchegante, familiar e sobrenatural que a gente esquece tudo o resto.

Só depois de refletir muito é que a gente bate na testa e exclama: como não percebi isso antes!

Um exemplo: em Lourdes não há nada que não seja comum, normal, proporcionado à vida de uma pequena cidade do interior.

Lourdes foi uma aldeia – hoje é uma cidade – ao pé dos Pirineus que no inverno ficam belamente coroados de neve. Mas não são os magníficos Alpes, nem os grandiosos Andes.

A Gruta milagrosa é uma anfractuosidade aberta no morro quiçá pela correnteza do rio Gave que em épocas de enchente desce com violência.

Fora disso, nada especial. Até a água que faz milagres – já foi analisada inúmeras vezes – é boa água natural, potável, como brota de tantas minas d’água que há, por exemplo, no Brasil.

Há santuários mariais muito abençoados que não são assim. Por exemplo, o de Nossa Senhora de Las Lajas, na Colômbia. Veja: Nossa Senhora de Las Lajas: uma história medieval fora da Idade Média!

domingo, 13 de agosto de 2017

Como foi a Assunção de Nossa Senhora.
Uma piedosa reconstituição

Assunção de Nossa Senhora, Beato Angelico (1395 – 1455), Google Cultural Institute
Assunção de Nossa Senhora.
Beato Angelico (1395 – 1455), Google Cultural Institute
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





A festa da Assunção de Nossa Senhora foi constituída em dogma pelo papa Pio XII em 1 de novembro de 1950. A festa é comemorada no dia 15 de agosto também sob os títulos de Nossa Senhora da Glória ou de Nossa Senhora da Guia.

Esse dogma era ardentemente desejado pelas almas católicas do mundo inteiro, porque coloca Nossa Senhora completamente fora de paralelo com qualquer outra mera criatura.

Justifica-se assim o culto de hiperdulia que a Igreja lhe tributa. [“hiperdulia”: culto especial reservado à Virgem Maria, superior à “dulia”que se dedica aos santos e aos anjos].

Nossa Senhora passou por uma morte suavíssima que é qualificada com uma propriedade de linguagem muito bonita, como a “dormição de Nossa Senhora”.

“Dormiçao” indica que Ela teve uma morte tão suave, tão próxima da ressurreição que, apesar de ser uma verdadeira morte, entretanto mais parecia a um simples sono.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

O caos geral clama pela intervenção de Nossa Senhora

O caos do mundo indica que a hora de Nossa Senhora está perto
O caos do mundo indica que a hora de Nossa Senhora está perto
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





O futuro só Deus o conhece.

Ninguém poderia razoavelmente surpreender-se se toda a estrutura da atual civilização viesse a desabar fragorosa e tragicamente, num grande banho de sangue.

Partem perigosos foguetes da Coreia do Norte enquanto naves e aviões de guerra americanos giram perto pelo Mar da China. Na Síria prossegue a guerra. O incêndio comunista atinge a Venezuela. A Rússia ameaça, etc., etc.

E há quem pergunte até em livros se é o caso de voltarmos às catacumbas ou nos escondermos num local inacessível.

Mas há uma razão – e não é a única – para se esperar que a Providencia não permitirá que a Santa Igreja seja forçada a voltar às catacumbas por muito tempo.

É que, entre as desolações da época presente, já existe um prenuncio de vitória: a ação por assim dizer visível, da Virgem Santíssima na terra.

Desde Lourdes, desde Fátima, até os dias de hoje, quanto mais a crise universal cresce de ponto, tanto mais as intervenções de Maria Santíssima se tornam numerosas e palpáveis.

Combate-se a devoção a Nossa Senhora, não só fora da Igreja mas – é horrível dize-lo – até em certos meios que são ou se jactam de católicos.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Lourdes: devoção divinamente inspirada

Gruta de Lourdes em Cotabato, Filipinas
Gruta de Lourdes em Cotabato, Filipinas
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





Em Lourdes se apalpa um fato curioso na vida da Igreja.

Mas, ao mesmo tempo, edificante e cheio de significados.

A Igreja é a depositária das verdades teológicas as mais altas e complexas. Ela as ensina em grandes universidades e os doutores as glosam nos livros.

Por sua vez, a massa dos fiéis servida por uma especial acuidade de visão, penetra e vive estas verdades.

E isso ainda quando seu nível cultural pareceria vedar-lhe o acesso às atividades intelectuais de ordem superior.

Em tudo que se relaciona com a devoção a Nossa Senhora, esta observação se comprova com toda a clareza.

São Luís Maria Grignion de Montfort mostra com todo o vigor e com toda a profundeza os argumentos em que a Santa Igreja alicerça sua doutrina marial.

A doutrina marial da devoção a Nossa Senhora se eleva como uma torre de raciocínios, firme como o granito, à qual cada geração de teólogos acrescenta mais alguns andares.

Entretanto, a piedade popular, ignorando muitas vezes os argumentos da Teologia sagrada, e deixando-se guiar em grande parte pela finura de sua sensibilidade, desce até o âmago profundo das verdades teológicas ensinadas pela Igreja.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que viram os médicos forenses nas exumações

Urna com o corpo de Santa Bernadette em Nevers
Rosto de Santa Bernadette em Nevers
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




A incorruptibilidade do corpo de Santa Bernadette Soubirous é um dos casos mais assombrosos e estudados pela medicina. Veja nossa página sobre CORPOS INCORRUPTOS clicando aqui

A grande festa de Lourdes se comemora em 11 de fevereiro e a festa de Santa Bernadette em 18 de fevereiro na França, e em 16 de abril alhures.

Desde 3 de agosto de 1925, o corpo intacto da Santa se encontra exposto numa urna de cristal na capela do convento de Saint-Gildard, na cidade de Nevers, França. A cidade fica na Borgonha, a 260 km ao sul-suleste de Paris.
Clique para ver onde fica Nevers
Assim informa uma inscrição ao lado do corpo da Santa na mesma capela:

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Se Nossa Senhora de Lourdes fosse bem conhecida, o mundo seria outro

Nossa Senhora de Lourdes deveria ser mais conhecida
Nossa Senhora de Lourdes deveria ser mais conhecida
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





Maria Santíssima é desconhecida; Maria Santíssima deve ser conhecida; e, sendo conhecida, virá o reino de Cristo.

Em Lourdes Nossa Senhora veio instalar uma fonte extraordinária e ininterrupta de graças própria para propagar a devoção a Ela.

E por esse modo promover possantemente a vinda o reino de Cristo.

Trata-se, portanto, de uma intervenção maternal de larga visão e de alcance histórico muito amplo, fixando-se no desejo de trazer o reino de Cristo.

Pois, infelizmente, no mundo não possui a paz de Cristo no reino de Cristo. Até pelo contrário...

Mas Nosso Senhor quis enviar sua Santíssima Mãe na frente, e fazer preceder seu reinado pelo reinado de Maria Santíssima nas almas.

E isto é dito em certo sentido apenas, pois o reinado de Nossa Senhora nas almas implica ipso facto o reinado de Cristo nas mesmas almas. Pois onde está a Mãe esta o Filho.

O grandíssimo apóstolo da devoção a Nossa Senhora São Luís Grignion de Montfort explica isso em seu Tratado da Verdadeira Devoção:

“Foi por intermédio da Santíssima Virgem Maria que Jesus Cristo veio ao mundo”, isto é, se Maria Santíssima não tivesse vindo ao mundo, Jesus Cristo não teria vindo;

“e é também por meio d'Ela que Ele deve reinar no mundo”, ou seja, a devoção a Jesus Cristo deve vir ao mundo por intermédio de Maria Santíssima.

Espalhar a devoção a Maria Santíssima é, pois, nesta perspectiva, a maior obra a que um homem pode se dedicar.

E isso só justificaria a devoção a Nossa Senhora de Lourdes.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Nossa Senhora em Lourdes leva as almas para o céu pela aceitação da dor e até da derrota

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






Quando os senhores abrem os olhos nesse mundo aqui em volta, prestam a atenção como é a natureza humana decaída pelo pecado original.

Então, os senhores compreendem que os atos de abnegação estão muito longe da natureza humana.

Eles causam ao egoísmo humano um tal horror, que na aceitação da dor há um milagre maior do que todas as curas que se fazem em Lourdes.

Isto mostra bem qual é a intenção de Nossa Senhora nas curas de Lourdes: é a de produzir esses milagres de caráter espiritual, moral que levam as almas para o céu.

O quê é que seria Nossa Senhora, se Ela aparecesse em Lourdes para fazer bem para os corpos que perecem, e não para as almas que não perecem?

E qual seria o maior desejo desse amor dEla aos homens, a não ser o principal objetivo de leva-las para o amor de Deus? Porque nada de melhor para os homens se pode desejar.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Mãe: amor, afeto, bondade e misericórdia

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






A palavra família indica uma pluralidade de pessoas.

Mas há outra palavra, de especial significado, que indica uma só pessoa: mãe.

Mãe é a quintessência da família, porque é a quintessência do amor, a quintessência do afeto; e, nessas condições, a quintessência da bondade e da misericórdia.

Assim, a alma da criança em contato com a mãe começa a compreender o que é a bondade que não se cansa, o que é a graça, o favor, o amor que não se exaure.

E também aquela forma de afeto que inclina a mãe a jamais achar tedioso estar com o filho.

Carregar seu filho nos braços, brincar com ele, soltá-lo no chão, vê-lo correr de um lado para outro, ser importunada por ele incontáveis vezes durante o dia com perguntinhas, com brinquedinhos.

Para a boa mãe, nisto consiste a alegria da vida.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Corpus Christi:
Fé combativa no Santíssimo Sacramento

Procissão de Corpus Christi, La Orotava, Canárias, Espanha.
Procissão de Corpus Christi, La Orotava, Canárias, Espanha.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





O Corpus Christi é a festa católica que glorifica especialmente a presença de Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento. A festa da instituição do Santíssimo Sacramento é na Quinta-feira Santa, na Última Ceia.

Mas a Igreja percebeu a necessidade da comemorar separadamente o Corpus Christi.

E essa festa vem sendo acompanhada de graças tão insignes, e assim o será até o fim dos tempos em que num dia glorioso mais desditado será comemorada pela última vez antes do fim do mundo.

Protestantes e hereges negam a presença real de Nosso Senhor Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento. Esse é um dos piores escândalos da história.

Os medievais tinham uma profunda fé na presença real, que dizer que Nosso Senhor Jesus Cristo está presente verdadeira e substancialmente em Corpo, Sangue, Alma e Divindade nas espécies consagradas pelo sacerdote na Missa.

Portanto, é uma devoção enorme à Santa Missa e à adoração do Santíssimo Sacramento.

Lutero e os protestantes, hoje também os progressistas, negam boçalmente a presença real.

Essa negação foi um dos pontos de fratura dos protestantes que os católicos receberam como um dos piores ultrajes jamais feitos contra Nosso Senhor.

Qual foi a tática pastoral usada pela Igreja em face dessa negação?

quarta-feira, 7 de junho de 2017

A verdadeira fisionomia de Santa Bernadette

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






A fisionomia e a personalidade de Santa Bernadette corresponde ao tipo do plebeu digno, altivo de sua qualidade de criatura humana incorporada misticamente a Nosso Senhor Jesus Cristo pelo batismo, mas satisfeito em sua modesta condição.

Nas fotos, aparece com suas roupas de camponesa. Ela está vestida com decência e sensata simplicidade.

No todo se nota uma compostura que, mais do que no traje, se patenteia no olhar sereno, firme, profundo, puro e equilibrado até o mais alto grau.

Seu nome enche o seu século, perpetuou-se no nosso, e brilhará enquanto o mundo for mundo.

No Céu os Anjos o cantam com louvor. Bernadette Soubirous foi incluída pelo Papa Pio XI no rol dos Santos!

Ela não é burguesa, não quer ser burguesa, não quer parecer burguesa, e nem quer extinguir a burguesia.

Mas poucas burguesas, poucas Princesas até, tem tanta dignidade e decoro pessoal.


quarta-feira, 24 de maio de 2017

Em Nevers: o corpo incorrupto de Santa Bernadette Soubirous

Nevers: placa explica o estado do corpo de Santa Bernadete
Nevers: placa explica
o estado do corpo de Santa Bernadete
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




O corpo de Santa Bernadette se encontra milagrosamente incorrupto com as articulações flexíveis.

Apenas uma ligeira camada de cera foi passada no rosto para evitar a formação de mofo.

Ele está exposto na capela do convento de Saint-Gildard, em Nevers, onde ela faleceu, numa preciosa urna de cristal e metal dourado.

Clique para ver onde fica Nevers

Ali, envolvido de imponderáveis sobrenaturais, pode ser visto e venerado por qualquer fiel, como aparece no vídeo abaixo.

A inscrição reproduzida na foto ao lado se encontra em Nevers, na mesma capela do corpo da Santa, e diz:

O corpo de Santa Bernadette repousa nesta capela desde 3 de agosto de 1925.

Ele está intacto e “como se estivesse petrificado” segundo foi reconhecido pelos médicos juramentados e pelas autoridades civis e religiosas por ocasião das exumações de 1909, 1919 e 1925.

O rosto e as mãos, que escureceram no contato com o ar, foram recobertos com ligeiras camadas de cera, moldadas segundo os modelos recolhidos diretamente.

A posição inclinada para o lado esquerdo foi assumido pelo corpo no túmulo.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

O que sente um miraculado na hora do milagre? - 3

Jean-Pierre Bély: seu médico era ateu e acabou se convertendo
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






continuação do post anterior: O que sente um miraculado na hora do milagre? - 2



 Jean-Pierre Bély prossegue seu relato

“À tarde, conduziram-me de maca à cerimônia de encerramento da peregrinação. Lá, fui dominado por uma vontade irrefreável de me levantar e de caminhar. Mas, vendo em torno de mim todos os outros doentes de maca, tive medo de chocá-los. Desde aquele momento, decidi agir discretamente”.

“Naquela noite fui acordado delicadamente. Senti que alguém me tocava. Julguei que era a enfermeira da noite, que queria colocar-me o cobertor. Então acordei e não vi ninguém. Ouvi o sino da Basílica tocar três vezes. Mais tarde, interroguei a enfermeira sobre o fato, mas ela disse não se lembrar de me ter coberto durante a noite...

“Comecei então a relembrar todos os acontecimentos da peregrinação, quando me veio uma idéia inesperada, e que se apresentou a meu espírito como uma ordem, um convite: 'Levanta-te e caminha!' Eu julgava estar imaginando coisas; além disso, levantar-me em plena noite, quando eu não tinha nenhuma necessidade! Eu estava bem aconchegado e não sentia nenhum incômodo... Virava-me na cama, tentando afastar essa idéia de meu espírito. Fechei os olhos, tentando voltar a dormir. Mas era impossível. O apelo voltava, mais insistente, mais premente que a primeira vez. Tudo isso me deixava mal à vontade... Virava-me e revirava-me no leito... O apelo tornou-se firme. O que eu ouvia não eram palavras, mas era como se alguém me falasse sem dizer palavras. É difícil explicar. 'Vamos, levanta-te, é a hora, caminha!'” ( )

quarta-feira, 3 de maio de 2017

O que sente um miraculado na hora do milagre? - 2

Jean-Pierre Bély descreveu com pormenor o milagr
Jean-Pierre Bély descreveu com pormenor o milagre
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






continuação do post anterior: O que sente um miraculado na hora do milagre? - 1



Sem dúvida, em cada caso as impressões variam muito em função das doenças e das situações.

Contudo, a descrição de um dois últimos milagres de Lourdes oficialmente reconhecido pela Igreja chega até nós com detalhes que arrepiam, comovem e inspiram uma reflexão.

Em 1987, Jean-Pierre Bély era um paraplégico em fase terminal. Hoje esbanja saúde. Ele descreveu sua miraculosa cura nos mínimos detalhes, com uma singeleza tocante.

Bély mora em La Couronne, perto de Angoulême, no interior da França. Na entrada da sua casa, uma gruta de Lourdes em miniatura recebe o visitante.

A mobília é discreta e tradicional, típica da pequena burguesia provinciana. Há uma imagem de Nossa Senhora e duas fotos: uma de Santa Bernadette e outra de Santa Teresinha. Tudo está arranjado despretensiosamente.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

O que sente um miraculado na hora do milagre? - 1

Théa Angele chegou moribunda em 17 de maio de 1950
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






O que sente o doente quando é objeto de um milagre em Lourdes?

Uma consolação? Uma luz? Uma dor? O leitor já imaginou?

De modo geral, na hora do milagre os beneficiados percebem sensações  características. A mais citada é a “de um calor desacostumado que toma conta do corpo”.

Frequentemente os miraculados mencionam dores muito agudas, como Jeanne Gestas, que teve uma “sensação de que algo lhe era arrancado”.

Os milagres acontecem de modo imprevisível a pessoas de todas as idades e condições. Mais frequentemente é por ocasião do uso da água de Lourdes — bebendo-a ou banhando-se nela — ou em cerimônias litúrgicas tradicionais, como a bênção do Santíssimo Sacramento aos enfermos.

A grande maioria dos milagres reconhecidos ocorreu em Lourdes, mas houve curas — também reconhecidas — em outros continentes, de pessoas que recorreram à água da Gruta.

Um caso típico em Lourdes foi o de Théa Angele, jovem alemã atingida por arteriosclerose em placa, que chegou quase moribunda a Lourdes em 17 de maio de 1950.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Confiança inabalável em Nossa Senhora de Lourdes
em meio às adversidades

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




Quanto mais difícil parecer que o humanamente improvável vai acontecer tanto mais o fiel com Fé verdadeira faz um ato de confiança em Nossa Senhora.

Em Lourdes, trens inteiros descem com doentes.

Famílias, amigos, todos juntos, auxiliados por perto de 60.000 voluntários, se revezam; médicos e enfermeiros carregam os doentes até a Gruta.

Depois, enquanto alguns vão ao bureau médico, outros visitam os locais ligados a Santa Bernadette e à história das aparições.

Todos, na medida do possível, participam da procissão das velas e da Bênção do Santíssimo Sacramento, e tomam o banho recomendado por Nossa Senhora nas piscinas especialmente habilitadas para isso.

Vamos dizer que, em cada dez mil dos que se banham na água de Lourdes, um é curado.

quarta-feira, 29 de março de 2017

Lourdes ensina que o sofrimento
é necessário para a santificação

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




Eu creio que o seguinte é um dos mais estupendos milagres de Lourdes.

Se a gente prestar bem atenção nesse fato, passa-se o seguinte: é que para a grande maioria das almas o sofrimento é necessário para a santificação.

As doenças são necessárias para a santificação. E é mesmo por meio das doenças e das provações espirituais que a pessoa se santifica.

E quem não compreende o papel do sofrimento e da dor para operar nas almas o desapego, o amor de Deus, e a regeneração, não compreende absolutamente nada.

É por esta forma que as almas se santificam.

São Francisco de Salles chegou a afirmar que o sofrimento é verdadeiramente o 8º sacramento. Quer dizer, de tal maneira é indispensável, que ele é o 8º sacramento.

O recado do Cardeal Segura para Pio XI

O Cardeal Pedro Segura y Sáenz (1880–1957), com quem eu estive uma ocasião, me contou o diálogo que ele teve com Pio XI.

Pio XI se gabava diante dele de nunca ter estado doente.

O Cardeal Segura sorriu para ele e disse:

“Então Vossa Santidade não tem o sinal de predestinado”.

Pio XI ficou assustado, e ele acrescentou:

– “Não há predestinado que não adoeça, e gravemente, sofra muito da saúde pelo menos em determinado período de sua vida. Se Vossa Santidade nunca teve nada de saúde, não teve o sinal de predestinado”.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Ato de Consagração a nossa Senhora de Lourdes

Santa Bernadette imitava todos os gestos de Nossa Senhora. Vitral da Basílica da Imaculada Conceição, de Lourdes
Santa Bernadette imitava todos os gestos de Nossa Senhora.
Vitral da Basílica da Imaculada Conceição, de Lourdes
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




Santa Maria, Mãe de Deus, Virgem Imaculada, que apareceste 18 vezes a Bernardete na Gruta de Lourdes para recordar aos cristãos as maravilhas e as exigencias do Evangelho, ensinando a oração, a penitência, a Eucaristia e a vida dentro da Igreja.

Para poder responder melhor a vosso chamado me consagro a vosso Filho Jesus por intermedio de Vos as mãos.

Fazei me dócil a seu Espírito; e pelo fervor de minha fé, pela transparência de toda minha vida por minha dedicação ao serviço dos enfermos, que eu trabalhe para Vós, ajudando aos mais necessitados para a reconciliação dos homens, para a unidade da Igreja e para a paz do mundo.

Com o coração aberto, Mãe minha, te dirijo esta oração rogando que a recebas e as dê vossa aprovação.

Bendita seja a Santa e Imaculada Concepção da bem-aventurada Virgem Maria, Mãe de Deus.

Oh! Maria concebida sem pecado rogai por nós que recorremos a Vós

Salve Rainha

Nossa Senhora de Lourdes: rogai por nós

Santa Bernadete: rogai por nós