quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Milagre de Nossa Senhora de Lourdes
mudou a I Guerra Mundial (1)

São Pio X não queria a I Guerra Mundial
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




Em setembro de 1914 a I Guerra Mundial teve um lance dramático. Aquele conflito iria ter um efeito fundamentalmente danoso para a Igreja Católica.

O Santo Padre São Pio X, do Vaticano, multiplicou os esforços e os ardorosos apelos para conjurar a catástrofe.

O Santo não somente via os horrores que toda guerra ‒ máxime mundial ‒ traz consigo.

Por cima de tudo, ele previa que o engajamento militar tinha uma intenção essencialmente anticatólica e, portanto, anticristã. Ele a chamava de “guerrone” (grande guerra) não sem repulsa.


A causa era que o pontificado de São Pio X trouxera um grande reafervoramento dos católicos. Estes saíram do marasmo do fim do século XIX e se reorganizavam ativamente contra os males do tempo.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Convento das Carmelitas de Lourdes
expia pelos peregrinos

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





Mas há uma coisa talvez mais bonita ainda em Lourdes, e que é o Convento de Carmelitas que há lá.

Há um convento de Carmelitas em Lourdes, de contemplativas recolhidas que têm o propósito de expiar e sofrer todas as doenças para obter graças para os corpos e para as almas das pessoas que vão lá pedir essas graças.

sábado, 11 de fevereiro de 2017

O inefável da Gruta de Lourdes

Tocando a pedra abençoada da gruta
Tocando a pedra abençoada da gruta
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




Quantas vezes, sentado naqueles bancos de metal – sempre imaculados – que há diante da Gruta, eu ficava longos períodos, talvez horas, olhando os peregrinos passar, passar, passar, numa sucessão sem fim.

Que saudade!

Entretanto, diria alguém que ali não esteve: que banalidade!

Ficar ali sentado, vendo passar aquelas pessoas vindas de todos os cantos do mundo, com seus doentes, suas velas, seus papelinhos com pedidos, as fotos do parente ou do amigo, documentos, objetos de piedade e sei lá quantas coisas mais.

E, todos, todos colando sua mão bem espalmada na entrada na Gruta, e assim fazendo o percurso – que não é longo – até saírem.

No fim, a pedra transuda água. Não é a água da fonte e todo mundo sabe disso. É água natural que filtra não sei como pela pedra, muito devagarzinho.

Todo o mundo tenta pegar dessa água, molhar seu lenço, seu papelinho, seu pedido, a foto do parente ou amigo, fazer o sinal da Cruz com ela, etc.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Nossa Senhora de Lourdes: o essencial das aparições

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




A partir de 11 de fevereiro de 1858, Nossa Senhora apareceu 18 vezes a Santa Bernadette Soubirous, numa gruta perto de Lourdes, França.

A santa perguntou à Dama quem era e o que queria. Ela respondeu: “Eu sou a Imaculada Conceição”.

O Beato Papa Pio IX havia proclamado o dogma da Imaculada Conceição em 8 de dezembro de 1854 e a aparição confirmou esse dogma.

Nossa Senhora usava um vestido branco com uma fita azul. São as cores da Imaculada Conceição.

Nossa Senhora fez vários pedidos por meio de Santa Bernadette:

1) “Penitência, penitência, penitência!”; “rezai a Deus pela conversão dos pecadores”; além da recomendação de “oscular a terra em penitência pelos pecadores”.

2) “Ela me disse para comer a erva que se encontra no mesmo local onde eu fui beber” [em sinal de penitência], explicou a vidente.

3) “Ide beber na fonte, e lavai-vos ali”. Para esse efeito Nossa Senhora fez brotar uma fonte na gruta de Lourdes. Dali provém a “água de Lourdes”, até hoje.

4) Mandou construir uma igreja no local: “Devem vir aqui em procissão”. É a origem da procissão dos círios em Lourdes.

Como prova da veracidade da aparição, Nossa Senhora abriu ali uma fonte torrencial de graças e milagres como em nenhuma outra parte do mundo.

A ciência já constatou, depois de demorados processos, mais de 7.000 curas inexplicáveis pela medicina.

Os milagres acontecem em geral ao beber a “água de Lourdes” ou lavar-se nela, e também na benção dos doentes.

Procissão dos círios
em Lourdes
Mas muitos outros acontecem de modos e em locais inesperados, ao se invocar Nossa Senhora de Lourdes.

Por isso surgiram inúmeras reproduções da gruta de Lourdes pelo mundo inteiro.

Fiel: dirige-te para a imagem de Lourdes diante de ti e implora a Nossa Senhora o que mais precisas e compromete-te a cumprir os pedidos dEla, com a certeza de ser atendido.



O Ave Maria de Lourdes

VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI




Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.